ODONTOPEDIATRIA

A odontopediatria é o ramo da odontologia que cuida da saúde bucal das crianças. Hoje sabemos que o grande medo que as pessoas têm de enfrentar a cadeira do dentista é devido às experiências negativas que tiveram quando crianças. Por esse motivo, o trabalho do odontopediatra é tão importante.

São eles os responsáveis pela higiene não só das crianças que já tem dentinhos, mas também dos bebês e das gestantes. 

O tratamento para crianças também requer cuidado especial. Os pequenos precisam de maior atenção e psicologia para que a visita ao dentista não vire uma tortura. O ambiente também deve ser atrativo, ajudando a criança a se sentir confiante e descontraída.

É importante que os pais conversem com o odontopediatra sobre qualquer experiência ruim que a criança tenha tido para que o profissional saiba ajuda-lo a lidar com esse medo e o tratamento ocorra da melhor maneira possível. 

Dra. Juliana Marchi é especialista em Ortodontia e Invisalign Doctor, portanto saberá o momento correto do seu filho iniciar o tratamento ortodôntico com aparelhos dentários.

Atendimento completo

Seu filho precisa ser avaliado por um Odontopediatra a cada 6 meses e uma avaliação com um Ordontista a partir de 7 anos.Marque sua consulta agora mesmo e faça um programa de prevenção para o seu filho.​

seu filho sem cáries

Dra. Juliana Marchi é uma das poucas dentistas especialista em Ortodontia e Odontopediatria em Porto Alegre, proporcionando um tratamento completo para o seu filho.

Especialista em Crianças

Dra. Juliana Marchi é especialista em Odontopediatria e Ortodontia.Sempre leve seu filho em dentistas especialistas que estão preparados para dar o melhor e mais completo atendimento para crianças.​

CONSULTA INICIAL

O consultório odontológico será apresentado para a criança de uma forma lúdica e divertida, dessa forma a ida ao dentista será sempre lembrada como uma experiência divertida. A criança terá toda a cavidade bucal avaliada como dentes, mucosas, língua, gengiva e oclusão.

consulta de revisão

Revisar tudo que foi observado na 1ª consulta e observar aparecimento de novas cáries, gengivite etc, assim como onde a escovação está deficiente. A oclusão também será analisada e caso seja identificado alguma alteração será indicado o uso de ortodontia preventiva.

LIMPEZA

Raspagem de tártaro e remoção de toda placa. A limpeza deve ser realizada de 6 em 6 meses, para evitar que a gengivite evolua para uma periodontite ou uma cárie inicial se torne uma cárie profunda.

RESTAURAÇÃO

A restauração está indicada em casos de cárie profunda, normalmente quando está em dentina. A cárie pode ser totalmente removida ou parcialmente removida para realização da restauração.

Perguntas e respostas

• POR QUE INICIAR TÃO CEDO ÀS CONSULTAS COM A ODONTOPEDIATRA?

Quando esse encontro é realizado numa idade mais precoce, onde a criança não apresenta nenhum tipo de lesão de cárie, a consulta é constituída basicamente de demonstrações e instruções para os pais e de forma mais lúdica e divertida para as crianças, tornando-se uma consulta bastante agradável para ambos. Nessa primeira consulta os pais aprenderão como realizar a higiene oral adequada, assim como formas de prevenir a cárie controlando dieta e placa bacteriana, além de receber informações sobre mamadeira e hábitos como a chupeta e o dedo. A criança vai se acostumando com o ambiente odontológico e com o profissional, evitando traumas futuros.

Em casos onde a criança é levada apenas quando apresenta alguma alteração (cárie ou má oclusão) ou dor é necessário iniciar o tratamento já com um procedimento invasivo para a resolução do problema e o primeiro contato pode-se tornar traumatizante não só para criança como também para os pais. 

 

• Com que frequência devo levar meu filho a Odontopediatra?

O dentista saberá indicar o intervalo entre as consultas para cada criança, isso porque vai depender de cada paciente.

Pacientes com cáries devem ir com uma frequência menor, de 4 em 4 meses.

Crianças livres de cáries podem ir de 6 em 6 meses.

Não espere até o aparecimento de um problema, para levar seu filho ao dentista, pode ser tarde demais para um tratamento conservador. Faça da primeira visita uma experiência positiva, para você e para ele.

• GRÁVIDAS TAMBÉM PRECISAM IR A UMA ODONTOPEDIATRA?

Cuidar da saúde do filho durante a gravidez não se restringe à alimentação saudável e ao acompanhamento médico religioso mês a mês. Para garantir o desenvolvimento adequado do bebê, as mães também precisam dar atenção especial à saúde da própria boca e incluir no calendário de cuidados o pré-natal odontológico.

É preciso lembrar que existe uma relação muito grande entre a saúde bucal da mãe e a saúde geral do bebê. Um processo inflamatório na gengiva, por exemplo, pode levar a um quadro de parto prematuro – com menos de 37 semanas –, criança de baixo peso e até pré-eclâmpsia. Esse fato não indica que toda mãe vá ter, mas a inflamação é provocada por uma bactéria que pode cair na corrente sanguínea e estimular contrações uterinas.

A incidência de gengivite em gestantes é mais comum do que se imagina. Por conta das modificações fisiológicas no corpo da grávida, pelo menos 60% a 70% podem apresentar gengivite ao longo dos nove meses. As alterações hormonais facilitam o desenvolvimento de inflamação.

O ideal é que seja realizado um check-up odontológico para que, caso seja identificada necessidade de tratamento, seja realizado antes da gestação.

É preciso ficar claro que não há nenhuma contraindicação para anestesia ou radiografia ao longo da gestação. Há, inclusive, anestésicos próprios para grávidas.

Clínica Geral Infantil

Ortodontia Infantil
Preventiva e Corretiva

Limpeza de Placa
Bacteriana e Tártaro

Restaurações de
Dente de Leite e Permanente

Selante

Manutenção
Preventiva Periódica

error: Content is protected !!